terça-feira, 10 de maio de 2011

Tristeza



Oh tristeza, porque tu me persegues?
Por que insistes em permanecer em mim?
Por que me fazes infeliz assim?

És tão traiçoeira, trapaceira!
Vives tirando meu sorriso, meu sono,
minha liberdade, minha felicidade!

Tento derrotar a melancolia que
toma conta de mim, mas essa tristeza
sem fim, persiste em me destruir,

Tirando todas as forças que um dia
eu pensei que tinha, mas hoje em dia
vejo que me enganei, pois se força eu
tivesse, conseguiria por um fim em toda
tristeza que um dia me deixou assim:
sem sossego, sem chão, em profunda solidão.

Mesmo sem força eu estou resistindo,
porque eu sei que o meu Deus está agindo.
Ele com seu amor infinito, me devolveu
o sorriso destruído pela tristeza, mas 
hoje eu tenho a certeza que conseguirei
vencer, pois Deus é capaz de acabar com
todo medo que aparecer.

Autoria: Palloma Dornelas



Nenhum comentário:

Postar um comentário