sexta-feira, 27 de maio de 2011

Os mistérios da vida

Tantos segredos a se revelar
Tantas verdades a se desvendar
Tantos sonhos a se concretizar
Tantas dúvidas a se esclarecer
Tantas mentiras a se combater
Tantas pessoas a se conhecer,
mas infelizmentes por algumas
delas iremos sofrer.
Tantos caminhos a se pecorrer
para finalmente desvendar o
grande mistério que é VIVER.

terça-feira, 17 de maio de 2011

Paciência

Fica difícil encontrar paciência
quando os pensamentos começam a
perturbar nossa mente, tornando-se impossível
controlar os nossos sentimentos.

Fica difícil manter a calma
quando o desespero toma conta da situação,
que não conseguimos encontrar solução
para acabar de uma vez com toda essa aflição.

Para manter a paciência
é preciso persistência,
pois se a gente não persistir,
paciência nenhuma irá se conseguir.

terça-feira, 10 de maio de 2011

Tristeza



Oh tristeza, porque tu me persegues?
Por que insistes em permanecer em mim?
Por que me fazes infeliz assim?

És tão traiçoeira, trapaceira!
Vives tirando meu sorriso, meu sono,
minha liberdade, minha felicidade!

Tento derrotar a melancolia que
toma conta de mim, mas essa tristeza
sem fim, persiste em me destruir,

Tirando todas as forças que um dia
eu pensei que tinha, mas hoje em dia
vejo que me enganei, pois se força eu
tivesse, conseguiria por um fim em toda
tristeza que um dia me deixou assim:
sem sossego, sem chão, em profunda solidão.

Mesmo sem força eu estou resistindo,
porque eu sei que o meu Deus está agindo.
Ele com seu amor infinito, me devolveu
o sorriso destruído pela tristeza, mas 
hoje eu tenho a certeza que conseguirei
vencer, pois Deus é capaz de acabar com
todo medo que aparecer.

Autoria: Palloma Dornelas



sexta-feira, 6 de maio de 2011

Sufoco


Há tempo que eu não me sentia assim:
sufocada, limitada, paralisada.
Sentimento que do nada apareceu
e com meus pensamentos logo mexeu,
me deixando com medo de ficar
sem ar, só porque eu tinha ido caminhar,
e de repente eu não conseguia mais respirar.
Meu Coração começou a acelerar e
minhas mãos do nada começaram a suar.
O desespero então apareceu
fazendo o controle imediatamente
eu perder, me deixando com medo de morrer,
se alguém não chegasse para me socorrer.
Será que isso é fruto da minha imaginação
ou é um simples problema de respiração?
Eu não sei! Mas a única certeza
que tenho é se eu voltar a sentir
tudo isso de novo, não saberei mais como agir,
diante a esse sufoco.

quinta-feira, 5 de maio de 2011

Mãe

Ser tão sublime
igual a ela não existe.
Deus a criou tão perfeita
com a missão de dar a luz
e a proteger cada um de nós
que apenas com um olhar
já consegue nos acalmar.
Ela é sinônimo de alegria,
harmonia e principalmente
sabedoria.
Às vezes achamos ela chata, careta,
por motivos banais.
Mas no final sabemos que ela está certa,
pois ela nunca erra.
Sempre presente
nunca está ausente.
Devemos sempre nela confiar,
pois ela nunca irá nos decepcionar.
Vive sempre pronta para perdoar
e não costuma mágoas guardar.
Ela é verdadeira, parceira, guerreira,
jóia tão rara de valor incalculável.
Devemos sempre agradecer a Deus
pelo lindo presente que Ele nos deu.

quarta-feira, 4 de maio de 2011

A chuva


Chove chuva
chove sem parar
o rio começa a transbordar
e com a força da água,
vai destruindo a cidade
acabando com a tranquilidade
de cada um que aqui se encontra
com medo de morrer,
se a tempestade não ceder.

Chove chuva
e a cada momento é mais forte.
E agora? o que podemos fazer
para sobreviver a essa tempestade
que ao invés de acabar,
só está fazendo aumentar.

Casas estão sendo inundadas,
famílias estão ficando sem lar,
e se a chuva não parar,
a situação irá piorar.

O desejo que temos agora
é que o sol volte a brilhar
para o nível da água baixar
e a paz finalmente reinar.

Chove chuva
chove sem parar
e se caso ela não acabar,
nossa cidade se transformará
em um grande e verdadeiro mar.

Autoria: Palloma Dornelas

A partida


Estou de partida
andando por essa estrada
buscando tranquilidade
desejando a felicidade.

Estou de partida
estou em busca de um novo amor
para curar a imensa dor
que aqui você deixou.
E seguiu... sem nem para trás olhar,
e nem, ao menos, em mim pensar.

Estou de partida
mas sentirei saudade
dos amigos que aqui deixarei
mas de vocês eu nunca esquecerei
pois o amor que eu sinto
será sempre infinito.

Estou de partida
estou indo embora
sozinha agora
nessa nova vida
lembrando o motivo
da minha partida.

Autoria: Palloma Dornelas

terça-feira, 3 de maio de 2011

Lembranças

Lembro da primeira vez em que te vi
meu coração logo disparou
foi alí que nasceu o meu amor.
Lembro da nossa primeira conversa
eu estava com pressa de saber tudo sobre você
que minha timidez nem se quer apareceu.
Lembro do nosso primeiro beijo
o sentimento que fazia crescer,
logo começou a desenvolver.
Lembro do seu abraço apertado,
do olhar carinhoso, do sorriso gostoso.
Lembro de cada gesto seu
que com o tempo desapareceu.
E hoje o que restou, foram lembranças
do meu primeiro amor.
 

Por que?


Por que eu insisto em te querer

se esse amor só me faz sofrer?
Por que você foi embora sem explicar

o motivo que deixou de me amar?
Por que você me desprezou, esnobou,
magoou, maltratou, me feriu,
despertanto uma paixão que mexeu
com meu coração?

Que sentimento é esse capaz de fazer sofrer?
Procuro uma razão em meio a solidão
para tentar entender esse amor que ao
invés de acabar, com o tempo só faz aumentar.


Procuro uma explicação, sabendo que 
é inútil, por que para amar, não há como explicar.  
O amor simplesmente aparece e mexe de uma forma  
que nem se importa se irá fazer bem ou fazer mal.  
Há tempos que procuro uma maneira de te esquecer,  
sabendo que isso nunca irá acontecer.   
E sabes o por quê?  
Porque até hoje meu único desejo é você.